Crianças protagonistas

criancas

Crianças são “serumaninhos” que tem muito a nos ensinar, até porque elas contém uma visão do mundo bem diferente da nossa, ainda contém aquela inocência perdida ao longo do tempo, uma imaginação fértil e nos fazem sentir nostalgia. É por isso que amamos livros protagonizados por crianças, são livros geralmente com uma leitura leve, simples e que surpreende muito! Pensando nisso, selecionamos alguns livros que recomendamos muito e que farão você se apaixonar pela história:

Se tiver gostado, não se esqueça de se inscrever no canal!

Twitter // Facebook // Youtube // Instagram

Beijos

le assinatura certa

Suzy e as águas vivas

s1

Quando peguei esse livro não tinha expectativa nenhuma, nem a sinopse eu tinha lido, e foi a melhor escolha que fiz, pois fui surpreendida a cada página com sua história simples e encantadora.

Quem narra a trama é Suzy, uma garota de 12 anos que encontra-se atordoada pela perda de Franny, sua ex-melhor amiga, e pelo último momento que tiveram juntas. Após questionar sua mãe sobre a morte de Franny ela recebe a resposta de que “as vezes as coisas simplesmente acontecem”, não satisfeita ela se convence que ela foi morta por uma água viva e resolve provar isso sozinha.

s4

s5

“Talvez, em vez de nos sentirmos como um grão de poeira, possamos lembrar que todas as criaturas nesta Terra são feitas de pó de estrelas. E nós somos as únicas criaturas que sabem disso.”

Como disse, a história é contada de forma simples, isso acontece muitas vezes quando existe a perspectiva de uma criança. Suzy está tentando entender muita coisa a sua volta, é uma garota extremamente curiosa, que enfrenta aquela fase em que garotas começam a se interessar por garotos e a aparência passa a ser uma prioridade, no entanto Suzy não chegou ainda nessa fase, ela ainda usa seu cabelo armado, roupas largas e por isso não se encaixa entre os populares do colégio. Algo que admirei muita na personagem é o fato dela continuar sendo ela mesma, e não ligar para o que os outros pensavam. Você vai se apaixonar pela personagem, mas algumas vezes vai pensar “não faça isso pelo amor de Deus”, no entanto vai ver que era importante Suzy fazer algumas coisas mesmo que erradas, pois ela é uma criança e é através desses erros que ela vai aprender.

Após a perda de sua ex-melhor amiga, percebe-se que Suzy tenta lidar com o luto, mas se culpa muitas vezes por acontecimentos passados. Ela decide que o silêncio é a melhor forma de lidar com isso e foca na teoria das águas vivas como até mesmo um refúgio, por isso assuntos como depressão, superação, falta de amizades e solidão são pautas importantes da história.

s6

s7

s8

O livro é construído no presente e através de flashbacks, feito de forma que o leitor não fique confuso. Podemos conhecer Franny através das lembranças de Suzy e sobre a amizade delas, nesses flashbacks ela se dirige à ex-melhor amiga, e não ao leitor como de costume. Composto de poucas personagens, permite com que exista certo envolvimento entre estas e o  leitor.

“É interessante como não-palavras podem ser melhores do que palavras. O silêncio pode dizer mais do que o barulho, da mesma maneira que a ausência de uma pessoa pode ocupar ainda mais espaço do que sua presença ocupava.”

s3

Apesar de simples, é extremamente interessante e cativante, aprendi muitas coisas com Suzy que é inteligente e tem ânsia de saber respostas. Vi uma outra perspectiva do mundo, mais inocente e talvez até mesmo mais bonito, pois muitas vezes complicamos coisas e fazemos disso algo tão grande que perdemos momentos que ao ver de um adulto não tem importância, mas ao olhar de uma criança pode ser magnífico.

Super recomendo essa leitura, que é rápida, o livro é pequeno e vai fazer você querer indicar para todos.

Twitter // Facebook // Youtube // Instagram 

Beijos

le assinatura certa