Stranger Things – 2 temporada

st2_vertical-main_pre_bpo

Dia 27/11 foi a estréia da segunda temporada de Stranger Things e claro que o fim de semana foi de maratonar essa série.  Se eu amei? A única coisa que não gostei é que a terceira temporada só sai em 2019. Agora senta aí que até o fim do post quero te convencer a começar a assistir AGORA essa temporada.

Como grande parte das personagens são crianças a história dessa temporada começa 1 ano após a primeira temporada para termos a sensação de estar acompanhando o crescimento delas (em vários flashbacks ficou bem nítido essa diferença das crianças nas duas temporadas). Will sente e vê coisas mesmo um ano depois do ocorrido e isso vai ficando cada vez mais frequente, e é assim que começa mais uma temporada com monstros, mas dessa vez o problema é muito maior, o Mundo Invertido está ainda mais presente e ameaçador. 

Se na primeira temporada Eleven (Millie Bobby Brown) foi o grande destaque, nessa temos Will (Noah Schnapp), nosso sofredor da série, que não apareceu tanto na primeira temporada, mas nessa aparece e o ator dá um show em atuação. Ele consegue passar tudo o que sente de uma forma tão clara que o telespectador não consegue tirar os olhos da tela em suas cenas.

landscape-1486986380-stranger-things-mike-wheeler-2-e1506627837348

Cada criança tem seu papel muito bem colocado e distribuído na série, e temos uma nova personagem no grupo , Max, que vai fazer se apaixonar por ela e vai se encaixar tão bem no grupo que nem vai parecer que ela não esteve na primeira temporada. Dessa vez vamos mais a fundo do passado de Eleven e isso traz um grande material a ser explorado mais para frente.

Vemos que Mike (Finn Wolfhard) não esqueceu de Eleven mesmo depois de um ano e ainda tem esperanças de ver a amiga novamente. Dustin (Gaten Matarazzo) continua a mesma fofura e Lucas (Caleb McLaughlin) está todo conquistador haha.

Nosso trio Nancy (Natalia Dyer), Jonathan (Charlie Heaton) e Steve (Joe Keery) têm grande participação em toda a história, o que eu achava bem difícil e me surpreendi de forma positiva. O que falar de Winona Ryder? Essa mulher é uma fábrica de lágrimas, que interpretação. E ainda vemos seu romance com Bob, o personagem que ganhou o coração de todos hahaha.

3186939

Sabe aquela frase “Nada se cria, tudo se transforma”? As referências estão por todo lado: Caça-Fantasmas, O exterminador do Futuro, Mad Max e por aí vai. Finalmente justiça é feita por Barb e vemos diversas vezes a dor da perda da personagem na série. Além de Max,  Billy também é novo nessa temporada, mas ao contrário dela não é nada agradável.

A ambientalização, trilha sonora, figurino tem todo um cuidado. O enredo faz com que a gente sempre queira ver o próximo episódio (dessa vez temos um episódio a mais). Quando você começar a assistir não vai conseguir parar. 

Twitter // Facebook // Youtube // Instagram

Beijinhos

ba asssinaturacerta

 

 

 

 

Anúncios