Achados e Perdidos

1O livro Achados e Perdidos me chamou atenção primeiramente por ser sobre uma garotinha de 7 anos, o que achei um tanto peculiar, afinal, é um livro para jovens e adultos com uma criança protagonista. Mais tarde fui perceber que não só esse fato é peculiar, mas tantos outros ao decorrer da história.

Millie Bird tem apenas 7 anos, mas apesar da pouca idade já passou por momentos difíceis, entre eles, a morte de seu pai. A garotinha é obcecada pelo assunto “morte” e  carrega um caderno onde anota tudo que já viu morrer, é o chamado “livro das coisas mortas“. Após a morte de seu pai, Millie vai com sua mãe em uma loja de departamentos à passeio e é abandonada ali. Ela então espera que sua mãe volte e em meio a isso tudo conhece Karl, o digitador, um senhor com 87 anos, e Agatha Pantha, uma senhora de 82 anos que parou de viver depois da morte de seu marido, e passou apenas a existir escondida do mundo.

2

5

“Como envelhecemos sem deixar a tristeza tomar conta de tudo?”

A história desencadeia uma reflexão no leitor a respeito de diversos assuntos, entre eles as fases da vida. Percebe-se que as personagens estão no começo e fim, Millie é uma criança e Karl e Agatha são idosos. Millie apesar da pouca idade, já sabe muito sobre o mundo e é capaz de vê-lo de forma simples, trazendo diversas lições ao leitor. Já Karl e Agatha mostram que apesar da idade avançada ainda têm muito o que fazer, encontrar amores, viver aventuras, pois não existe idade certa para isso.6

3

É possível viver através de Millie novamente a infância, ela como qualquer criança é curiosa, está naquela fase em que pergunta sobre tudo e usa sua imaginação quase que a história toda, mas algo que parei para refletir é o tamanho das cicatrizes deixadas pela morte do pai e abandono da mãe, algumas vezes senti como se ela precisasse de ajuda psicológica, pois não tinha atitudes de uma criança comum em determinadas situações. Cada personagem carrega suas perdas e dores. E é aí que o título começa a fazer sentido, ao perceber que cada personagem perdeu algo na vida, mas também encontraram outras, e isso acontece na vida real, há coisas que se vão e outras que você encontra, são achados e perdidos da vida.

4

“Ele tá morto, só isso. Ponto final. Você tá vivo e depois tá morto e é isso, acabou.”

Muitas vezes o livro toma rumos inesperados e me surpreendeu muito, no entanto achei que a leitura não fluiu tanto, demorei um pouco para terminar o livro, pois achei algumas partes cansativas. A capa do livro é linda e já trás consigo a mensagem de ser um livro com assuntos um pouco mais pesados, a serem refletidos. Apesar de não ter fluido como esperava, recomendo o livro por ser algo muito reflexivo.

YouTube // Facebook // Instagram // Twitter

Beijos

le assinatura certa

Anúncios

4 comentários sobre “Achados e Perdidos

  1. Olha só, não conhecia o livro, mas fiquei apaixonada pela temática e por ter uma criança como protagonista. Uma criança que, ao que parece, é mais sábia que muitos adultos. Gosto muito de livros mais reflexivos e acho que iria gostar muito dessa leitura. Foi para wishlist!

    Beijos,
    Aline – Livro Lab

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s