ZumBeatles: Paul Está Morto-Vivo

7

ZumBeatles foi um livro que demorei bastante para terminar, no entanto não foi por ser cansativo ou não estar gostando dele, mas sim por querer saborear cada página dessa história incrível e mais sem noção que já li na minha vida. Além da escrita de Alan Goldsher ser muito boa, eu diria que ele tem uma imaginação gigantesca.

Na história o autor se transforma em alguém que vai em busca da história dos Beatles, uma banda formada por três Zumbis ( John, Paul e George) e um ninja de sétimo nível (Ringo). É contada a trajetória dos Beatles de forma peculiar e nunca vista antes, o livro é todo constituído de entrevistas, e como seria maravilhoso ter todos os Beatles “vivos” até hoje !

No início achei um pouco exagerado e fiquei com um pé atrás dos Beatles serem assassinos, principalmente John e McCa, que matam diversas pessoas durante o livro e muitas vezes nem é para se alimentarem, no entanto percebi que precisava deixar isso de lado e aceitar o fato de ser a “natureza Zumbi” deles, como o próprio John diz diversas vezes.

6

4

“Escute John, as pessoas vão dizer o que quiserem. Algumas vezes vão gostar de você e outras vão querer destruí-lo. O que alguém fala sobre você não devia mudar sua visão ou seus sonhos. Continue a escrever sua poesia.”

As mais inimagináveis personagens contam seus depoimentos sobre a banda, entre eles até mesmo o Diabo e Jesus Cristo, que comenta o fato deles terem dito “serem mais famosos que Jesus”, o que causou grande revolta nos religiosos fervorosos na época ( e esse episódio realmente aconteceu!). Uma personagem que dá uma reviravolta na história e deixa ela mais engraçada ainda é Mick Jagger, o famoso vocalista dos Rolling Stones, que no livro é descrito como vocalista de uma banda tão boa quanto os Beatles.

Mick quer a todo custo matar os Beatles e cenas hilárias acontecem quando ele aparece, mas não se enganem, ele gosta dos Beatles, só o que ele não gosta é do fato de serem Zumbis, por isso tenta matá-los. Outra personagem que não participa tanto do livro, mas aparece é Yoko Ono, em sua forma ninja de nono nível.

5

3

Apesar dos capítulos serem muito grandes,o que particularmente me incomodou um pouco, a leitura é rápida e muito gostosa. Algo que fiquei sabendo ao pesquisar sobre o autor, é que ele já é conhecido por suas readaptações como Game os Groones de Game Of Thrones e achei muito interessante.

“Agora espalhe amor, porque amor é tudo de que você precisa.”

Sobre o título do livro, acho desnecessário ter “Paul está morto-vivo” como subtítulo apenas para fazer referência ao mito de que Paul estaria morto, pois ao lê-lo pensei que teria foco nele, no entanto o foco é na história dos Beatles ao todo, apesar de darem muita atenção para John Lennon. Ao pesquisar, o título original  é Paul is Undead: The British Zombie Invasion ( traduzido seria: Paul não está morto: A invasão britânica Zumbi), ou seja, dando mais ênfase ainda ao Paul e não aos Beatles, o que não condiz com a história. Por isso, a Galera Record fez um ótimo trabalho ao colocar ZumBeatles como nome.

2

Esse é um livro cheio de exageros, impossibilidades e muita diversão. Recomendo para os fãs dos Beatles e para aqueles que tem interesse em conhecer sua história, mas tem aquela preguicinha de ler biografias. Esta é uma ótima forma de conhecer a história dessa banda que ganhou e ainda ganha o coração de muitas pessoas. Ah, muito obrigada Galera Record pelo livro!

Espero que gostem!

YouTube // Facebook // Instagram // Twitter

Beijos

le assinatura certa

 

 

Anúncios

2 comentários sobre “ZumBeatles: Paul Está Morto-Vivo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s