A Quinta Onda – Filme

The-5th-Wave

Desde que foi anunciado que Chloe Moretz seria a protagonista do filme “A quinta onda” já criei altas expectativas, mesmo não tendo lido o livro não aguentei e fui conferir no cinema essa adaptação. Além da Chloe, o elenco ainda conta com Nick Robinson que é novo no cinema, mas você deve se lembrar por “Jurassic World”, Liev Schreiber de “X-Men Origens: Wolverine” e temos o rosto novo de Alex Roe que teve esse filme como estreia trabalhando em frente as câmeras.

Por isso, não poderei fazer a comparação entre ambos, mas pretendo ler em breve. O filme segue muito a linha de histórias distópicas ou ficção adolescente, tem muito em comum com Jogos Vorazes, Harry Potter, Maze Runner, entre outras sagas que tem carregado milhares de fãs aos cinemas. Por isso, não vá ao cinema pensando que será uma história que sairá do clichê, porque ele compõe grande parte do universo, podendo ser para alguns um ponto positivo ou negativo.

O filme se passa quando a terra começa a sofre ataques alienígenas que são chamados de “os outros”. Os ataques são em estágios, por isso existem cinco ondas, o primeiro ataque é o corte de energia do planeta, a segunda onda é um tsunami, a terceira é um vírus que dissemina grande parte da humanidade e em seguida “os outros” começam a habitar o corpo das pessoas que restaram. Cassie, que antes era uma garota normal de ensino médio, perde o pais e vê seu irmão sendo levado pelo exército na tentativa de salvar os jovens que ainda restam na terra e agora precisa ir atrás dele.

2

Durante o filme todo Cassie está em busca de seu irmão e para isso precisa sobreviver, o que lembra muito Jogos Vorazes, não o fato apenas de que ela terá que lutar para sobreviver, mas por ser uma protagonista mulher, forte e que não admite ser vista como incapaz. Algo que senti muita falta foi desespero nas personagens, elas tratam tudo como se as coisas apenas saíssem de sua zona de conforto e não como se estivesse acontecendo um ataque alienígena, as ações das personagens parecem não mexer com o psicológico destas, ainda por cima, estas são crianças e jovens, estão em fase de formação, espera-se mudanças de comportamento no mínimo.

a-5c2aa-onda-c

Assim como filmes para o público jovem, um romance não poderia faltar, Cassie antes do ataque alienígena tinha uma paixão no colégio por Ben, o típico popular jogador de futebol que todas as meninas querem namorar. Enquanto tenta sobreviver ela vai conhecer Evan (que já se tornou o meu favorito) e a partir daí é possível perceber que caso venha a ter mais filmes dessa série o triângulo amoroso será forte e evidente. A interpretação dos atores está impecável, até mesmo das crianças, que trabalharam como verdadeiros adultos.

Há efeitos especiais durante todo o filme e estes estão sensacionais, muito bem feitos, assim como a fotografia que consegue fazer com que haja uma maior imersão do telespectador na história. “A quinta onda” é um filme muito bem produzido, com seus clichês, um pouco previsível, mas capaz de te envolver com as personagens e seu enredo, por isso recomendo muito!

Youtube// Facebook // Instagram // Twitter

Beijos

le assinatura certa

Anúncios

10 comentários sobre “A Quinta Onda – Filme

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s