1808

 

5734232SZ

No livro 1808, o  autor  Laurentino Gomes conta parte da história do Brasil de forma jornalística, trazendo ao leitor uma forma mais clara dos fatos ocorridos, como ele próprio diz ““O objetivo deste livro é tornar um pedaço da história brasileira mais acessível para leitores interessados em acontecimentos históricos mas com dificuldade em entender uma linguagem acadêmica (evidentemente rebuscada e de difícil compreensão)”.

Na escola aprendi durante as aulas de história a respeito da época de 1808 e sempre quis saber mais detalhes a respeito, na verdade, a história do Brasil ao todo sempre foi a parte mais interessante para mim, por isso estou sempre lendo livros que contém um pouco mais sobre este país que tem uma história tão rica e muitas vezes surpreendente.

No início do século XIX, Portugal era um país extremamente religioso, era contra manifestações liberais, modernização de ideias e nem um pouco visionário. A rainha de Portugal era D.Maria I, mas após ser diagnosticada como louca, quem assume o trono é D. João, pois seu irmão mais velho que é quem deveria assumir o trono, falece aos 27 anos por causa de varíola. Já haviam indícios da possibilidade da vinda da família real para o Brasil, era um plano antigo, mas que foi apenas se concretizar após a notícia de que as tropas francesas, comandadas pelo temido Napolão Bonaparte estavam a caminho de Portugal. E então no dia 29 de novembro de 1807 Portugal acordou com a notícia que a família Real estava fugindo para o Brasil.

O livro é rico em detalhes, mostra como era o Brasil daquela época, um país sem estrutura alguma, muito menos para receber a família Real. Muitos fatos descritos no livro me deixaram de “boca  aberta”, mesmo sabendo um pouco da situação do país no século XIX, mas o livro me fez ver muito além do que esperava.

Um fato interessante que mostra é  D.João não ser o tipo de rei que todos esperam, ele era indeciso, inseguro e muitas vezes as decisões nem eram tomadas por ele, sim, ele tinha cabeças para pensar por ele. Sua mulher, Carlota Joaquina, era uma mulher muito feia, que vivia tramando contra seu marido, no entanto fracassou todas as vezes. Ambos moravam em casas separadas e houve uma vez que esta chegou a morder D.João quando mais nova.

Se você é um amante da história do Brasil ou quer conhecer um pouco mais, recomento muito esse livro, a leitura hora nenhuma ficou chata, mesmo sendo um livro bem grandinho.

Xoxo

leeee

 

 

 

 

Anúncios

This is the End

This-Is-The-End-Poster

Sabe aquele filme que chega no meio e você já não aguenta mais de tanto rir? Esse filme se chama “This is the End  “, é um filme de comédia, muitoooooo engraçado. O filme se passa em Los Angeles, Seth Rogen e Jay Baruchel  vão em uma festa na casa de James Franco, uma festa que reúne várias celebridades como Rihanna, Jonah Hill, Jason Regel, Emma Watson, entre outros. Porém algo muito estranho começa a acontecer e a cidade de Los Angeles começa a desmoronar, a ser destruída, o apocalipse está acontecendo.

Presos na casa de James Francos, várias coisas engraçadas vão acontecer, o filme é uma surpresa atrás da outra, e quando você pensar que as coisas não podem ficar pior, acredite, elas podem! Esse é aquele filme para reunir a galera e fazer pipoca, ou então se você está entediado nas férias e quer um pouco de diversão.

Uma das coisas que mais achei legal nesse filme é que os atores são eles mesmos no filme, todos eles, isso deixou o filme ainda melhor, o elenco não poderia ser melhor, qual dos seus atores favoritos você acha que vão sobreviver à essa loucura? Façam suas apostas e vão ver o filme! Mas antes olhem a classificação indicativa!

Xoxo

barr

O apanhador no campo de centeio

Apanhador Capa_6225

Acabei de ler “O apanhador no campo de centeio ( The catcher in the rye)” hoje e não poderia estar mais ansiosa para fazer essa resenha. Assim que terminei de ler esse livro me perguntei “Sobre o que esse livro fala? Qual a história que ele quer passar?”, a única coisa que sabia era que o livro é realmente muito bom, mesmo sem ter essas respostas, fazendo uma análise pela história descobri que o livro fala de muitas coisas, mas sem falar nada, sem ter uma história concreta por trás.

O livro conta sobre Holden Caulfield, um garoto de 16 anos que acaba de ser expulso pela terceira vez de um colégio, seus pais ainda não foram informados, e ele apenas irá para casa na quarta-feira, como já está expulso ele pega suas coisas e vai para New York passar os dias que faltam para quarta-feira. Holden é um garoto que se julga pegador, mesmo ainda não tendo tido relações sexual e tendo medo de perder essa inocência. Ele se julga covarde e também um grande mentiroso, odeia tudo e a todos e está sempre reclamando. Apesar dessa personalidade não tem como não se encantar com esse garoto que não larga seu chapéu de caça.

Vejo esse livro como uma crítica à sociedade americana e capitalista, Holden deixa bem claro que odeia isso ao expressar sua indignação por seu irmão, que é escritor, ir para Hollywood fazer filmes,  na palavras de Holden ele foi se prostituir em Hollywood.  Ele não tem amigos, porém está sempre com alguém, nesses dias que fica vagando por New York ele procura várias pessoas, como professores, antigos colegas de classe, garotas e sua irmã mais nova.

Holden claramente não se encaixa nessa sociedade e isso fica ainda mais claro na conversa com sua irmã em que ele revela não se encaixar nos padrões que a sociedade lhe cobra e diz se ver como “O apanhador no campo de centeio”. Com cada personagem que ele vai se encontrando é possível ver uma crítica que o autor faz à sociedade. Com uma linguagem muito informal, o livro mantém o mesmo ritmo do início ao fim, não há aquele grande acontecimento que geralmente você espera de um livro, ao terminar de ler esse livro cheguei à conclusão que o livro todo é um grande acontecimento, por isso não há um momento específico.

Muito citado por outros autores, é considerado um livro polêmico pelo fato de ser um livro que está ligado a algumas mortes como do John Lennon. Mesmo com esses julgamentos, penso que é o típico livro que todo jovem deve ler, pois aborda assuntos extremamente importantes e que não deixam de ser atuais.

Xoxo

barr

O Fabuloso Destino de Amélie Poulain

O-Fabuloso-Destino-de-Amélie-Poulain

Além de ver lançamentos gosto de ver filmes que vejo alguém comentando bem ou citado algo sobre, sempre me pergunto o que há em tal filme para a pessoa gostar tanto ou citá-lo, esse é um filme que já vi muitas pessoas comentarem e por isso estava na minha lista de filmes para ver, aproveitei as férias para finalmente assistir!

Não é muito simples explicar o que penso desse filme, mas a impressão que tive foi de estar lendo um poema em forma de filme, sei que é complicado, mas o filme tem toda uma delicadeza em mostrar a história, uma forma diferente, Amélie em si é diferente. Amélie nunca teve amigos, e quando finalmente adquire idade resolve se mudar, sair da vida pacata e monótona em que vivia e ir  para o bairro parisiense de Montmartre. Ela vê a vida de forma diferente, ela consegue captar os pequenos detalhes do mais simples gesto.

Depois de encontrar uma caixa em seu apartamento, ela vai atrás do dono, ao ver a emoção do dono ao receber a caixa ela resolve começar a ajudar as pessoas. Amélie sempre percebe aquilo que é tão simples, mas que faz falta na vida de alguém e com sua ingenuidade e forma diferente, porém fantástica, ela ajuda muitos ao seu redor, porém ainda falta algo, Poulain tem que ajudar a si mesma, afinal todo mundo precisa e sente falta de um amor.

Depois que você ver esse filme, você vai começar a ver como as coisas mais simples, são aquelas que mais fazem falta. Como o mundo pode ser incrível se você passar a perceber essas pequenas coisas, que por culpa talvez da correria do dia a dia você deixa passar batido. “O Fabuloso Destino de Amélie Poulain” é assim simples, mas de um significado grandioso. 

Xoxo

barr

Canal do youtube Melina Souza

Aqui no blog tem várias dicas de canais do youtube de outros países, mas também existem muitos brasileiros que merecem serem reconhecidos. O canal que vou apresentar hoje é o Melina Souza, a dona do blog A Series of Serendipity que por coincidência foi uma das inspirações para que o Letter of Winter fosse criado.

O canal é basicamente voltado para o público literário, mas algumas vezes são postados vídeos com outras pautas. Algo que gosto muito nos vídeos são os cenários (que muitas vezes é o próprio quarto da Melina), a iluminação é sempre boa e os vídeos são sempre muito espontâneos. Ela sempre grava vídeo com outras pessoas como seu irmão (@gsouzapr) e Sharon. O canal está sempre atualizado e as postagens de vídeos são frequentes, o que é ótimo, pois adoro quando tem vídeo novo.

Vou colocar alguns vídeos aqui para vocês darem uma olhadinha e quem sabe acompanhar também:

Xoxo

leeee

Escolha seu destino: Boston

boston

Como já disse aqui no blog várias vezes quero fazer um intercâmbio, é um dos meus maiores sonhos no momento. Em maio acompanhei estudantes da Northeastern University de Boston e nesse tempo de convivência com eles me deparei com a pergunta, por que não Boston? Minha ideia inicial era ir para Europa, mais especificamente Londres, mas sempre gostei da ideia de ir aos Estados Unidos também, juntando o útil ao agradável, mais uma vez a resposta foi Boston.

Pensando nesse meu sonho, resolvi fazer um post do porquê ir para Boston, por que estudar lá, os lugares para visitar e sendo assim quem sabe um dia fazer um post sobre essa tão sonhada viagem. Enquanto isso não se realiza aqui estão algumas razões pelas quais eu quero ir.

1- Cidade Universitária – Boston é uma cidade muito bem renomada quanto a universidades, em sua região metropolitana está nada mais, nada menos que Harvard, que está situada em Cambridge  e claro é um dos lugares que mais quero conhecer. Além de Harvard há também o Massachusetts Institute of  Technology (MIT) e várias outras universidades. É claro, eu não poderia deixar de citar a Northeastern University, que sim eu quero muitoooo conhecer.

Por ser uma cidade universitária, há muitos estudantes de todo o mundo o que é muito convidativo se você quer ter contato com várias culturas diferentes, e se você quer ir estudar é um ótimo lugar já que você terá contato com outros estudantes também.

2- Uma cidade no estilo europeu – A arquitetura de Boston preserva seu passado, mas sem perder sua modernidade. Em vários sites encontrei a seguinte frase: “Boston, a cidade mais européia dos Estados Unidos”, já que encontra-se uma  forte influência inglesa em sua arquitetura, se sentir com o pé na Inglaterra estando em Boston deve ser algo realmente incrível.

3- Boston Common e  Public Garden – Dois parques separados apenas por uma rua, o Boston Common é o maior parque de Boston e parque público mais antigo do EUA, no Public Garden você encontra os famosos swan boats, ambos são muito bem cuidados  e parecem ser realmente lindos!

4- Fenway Park – Sempre quis conhecer um estádio de beisebol e em Boston encontra-se o estádio do time Red Sox, um dos times mais populares no país, quem sabe até mesmo eu não poderia chegar a ver uma partida de beisebol? A blusa do Red Sox eu já tenho haha (obrigada buddy)

5- Freedom Trail – Uma linha que percorre 4km e ao longo desse caminho você encontra 16 lugares realmente importantes para a história de Boston, em sua maioria com entrada gratuita e a  cidade é plana, você consegue conhecê-la a pé.

6- Localização – Boston está apenas 3 horas de New York, você pode fazer essa viagem de ônibus, o que deixa bem mais barato. Além disso há várias cidades realmente perto como Cambridge.

Há váriooos outro lugares para visitar em Boston, mas resolvi listar apenas alguns ou esse post ficaria realmente gigante. Algo que eu não poderia deixar de ressaltar é sobre as pessoas de Boston, conheci vários estudantes e eles são incríveis, fiz realmente grandes amizades e pretendo visitá-los para matar a saudade (que é muita!)

Xoxo

barr

Trilha Sonora “A Culpa é das Estrelas”

Muitos estão no clima da copa, mas eu ainda estou no clima de “A culpa é das estrelas”, ainda não superei esse filme. Que sou apaixonada por trilhas sonoras de filmes é fato e provavelmente vocês já perceberam isso com os posts do blog. Antes mesmo de lançar o filme “A Culpa é das Estrelas”, a trilha sonora foi solta e me fez ficar ainda mais ansiosa pelo filme, que aliás já tem até resenha aqui no blog.

A trilha sonora tem uma grande responsabilidade em qualquer filme, ela é capaz de desencadear diversos tipos de emoções no público e percebe-se claramente a preocupação que os diretores de “A culpa é das estrelas” tiveram para escolher cada música, algumas músicas foram compostas para o próprio filme.

Confiram e emocionem-se com essa trilha tão perfeita, afinal amanhã também é Dia dos Namorados:

What You Wanted – One Republic

Sun -Sleeping At Last

Wait – M83

No One Ever Loved – Lykke Li

Not About Angels – Birdy

Without Words– Ray LaMontagne

Bomfallarella – Afasi & Filthy

Strange Things Will Happen – The Radio Department

While I’m Alive – STRFKR

Boom Clap – Charli XCX

Long Way Down – Tom Odell

Let Me In– Grouplove

Simple As This – Jake Bugg

All of the Stars – Ed Sheeran

All I Want – Kodaline

Oblivions – Indians

Xoxo

leeee